29 dezembro 2010

Onde ficam salvos os dados do outlook 2007

Este arquivo aplica-se tambem: catálogo de endereços outlook 2007, recurso autocompletar outlook 2007, regras outlook 2007, assinaturas outlook 2007, etc…

out Bem, depois de penar para achar um artigo que me informasse por completo onde ficam salvos todos os dados do outlook 2007, e não apenas a pasta com os emails arquivados, resolvi reunir as informações obtidas em um unico post, então vamos lá:

Detalhe: Alguns deste arquivos podem não estar na pasta padrão de instalação do Office, porem sabendo qual a extensão (ex.: “.pst”) voce poderá localizar facilmente onde ficam estes arquivos.

Lembrando tambem que algumas pastas podem estar ocultas, e para vê-las e só seguir os procedimentos abaixo:

  • Windows Vista
    1. No Windows, clique no botão Iniciar e em Painel de Controle.
    2. Clique em Aparência e Personalização.

Observação   Se estiver usando o Modo de Exibição Clássico do Painel de Controle, clique duas vezes em Opções de Pasta e continue na etapa 4.

  1. Clique em Opções de Pasta.
  2. Na guia Exibir, em Configurações avançadas, em Arquivos e Pastas, em Pastas e arquivos ocultos, selecione Mostrar pastas e arquivos ocultos.
  • Microsoft Windows XP
  1. Clique no botão Iniciar e em Painel de Controle.
  2. Clique em Opções de Pasta.

Arquivo de Pastas Particulares (.pst)

Incluindo arquivos .pst de arquivo morto.

Windows Vista unidade:\usuário\AppData\Local\Microsoft\Outlook

Microsoft Windows XP ou Microsoft Windows Server 2003 unidade:\Documents and Settings\usuário\Local Settings\Application Data\Microsoft\Outlook

Catálogo Particular de Endereços (.pab)

(obs: eu acho melhor vc ir abrir o outlook, ir em Arquivo, importar e exportar, exportar para um arquivo, Arquivo pastas particulares, selecionar contatos, escolher o local onde quer salvar, nas opçoes pode deixar do jeito que esta, e pronto.)

Windows Vista unidade:\usuário\AppData\Local\Microsoft\Outlook

Windows XP ou Windows Server 2003 unidade:\Documents and Settings\usuário\Local Settings\Application Data\Microsoft\Outlook

Observação   Catálogos particulares de endereços (.pab) não têm mais suporte no Office Outlook 2007. Ao fazer a atualização para o Office Outlook 2007, você receberá uma solicitação para importar arquivos .pab para Contatos. Se escolher não importar o arquivo .pab, você poderá importá-lo mais tarde usando o comando Importar e Exportar no menu Arquivo.

Apelidos dos Contatos do Outlook (.nk2) (o famoso autocompletar)

Windows Vista unidade:\usuário\AppData\Roaming\Microsoft\Outlook

Windows XP ou Windows Server 2003 unidade:\Documents and Settings\usuário\Application Data\Microsoft\Outlook

Assinaturas (.rtf, .txt, .htm)

Windows Vista unidade:\usuário\AppData\Roaming\Microsoft\Signatures

Windows XP ou Windows Server 2003 unidade:\Documents and Settings\usuário\Application Data\Microsoft\Signatures

Bem, essas são as informações basicas que na minha opnião são os arquivos mais usados, porem voce pode completar suas informações lendo o texto completo no Site do office.

Espero ter ajudado.

14 dezembro 2010

Acentuação no prompt (cmd) - Sistema operacional Windows XP

Bem, mais uma vez consegui uma ajuda valiosa pesquisando nos vários fóruns espalhados pela net que é uma verdadeira mão na roda.
Desta vez meu problema esta com o prompt do windows XP. O meu não estava aceitando palavras com acentos. Dai fiz uma série de procedimentos: Alterei chaves de registro, tentei editar por comandos na pasta do windows, etc...Nada resolveu.
Foi ai que em um desses fóruns, uma tal de "aprendizfor4ver" deu a seguinte dica:


"nossa, já tive esse problema ... foi um século procurando no google e ninguém respondia certo. Então fui tentar sozinho e descobri.
É muito simples : iniciar > executar > "cmd" > 'clique com o botão direito na parte azul da janela' > propriedades > fontes > mude de 'fontes de varredura' para 'lucida console'.
8 anos de espera hein kkkkk.flw "
Fonte: Guiadohardware

Pois é, este procedimento funcionou comigo, espero que possa ajudar alguem que esta com este mesmo problema.

Abraços do Zazá!

18 novembro 2010

Por que não sou cristão - 1

Publicarei alguns trechos do livro "Por que não sou cristão" de Bertrand Russell com intuito de provocar a reflexão e discursão a respeito dos temas.


"Ao dar ênfase à alma, a moral cristã tornou-se completamente individualista. Penso que o resultado claro e liquido de todos estes séculos de cristianismo foi tornar os homens mais egoístas, mais fechados em si mesmos, do que a natureza os faz - pois que os impulsos que naturalmente tiram o homem para fora das paredes do seu ego são os do sexo, a paternidade, o patriotismo e o instinto de rebanho. 
O sexo, a igreja fez tudo para desacreditar e denegrir; 
o afeto de família foi desacreditado pelo próprio Cristo e pelo os grossos de seus adeptos;
o patriotismo  não pôde encontrar lugar entre as populações sujeitas ao império romano. 
A polemica contra família nos evangelhos é um assunto que não recebeu a atenção que merece. A igreja trata a mãe de Cristo com reverencia, mas ele próprio pouco revelou desta atitude. "Mulher, que tenho eu contigo?" é a sua maneira de falar-lhe. Também diz que veio separar o filho do seu pai, e a filha da sua mãe,...e aquele que ama o pai ou a mãe mais do que a Ele, não é digno D'Ele. 
Tudo isso significa uma ruptura no laço biológico da família a bem da fe - uma atitude que muito teve haver com a intolerância que surgiu no mundo com a expansão do cristianismo." 

14 novembro 2010

A crítica

Conta-se que um rapaz muito inteligente e que gostava de desenhar, apreciador das obra de arte, um dia pediu ao conhecido e admirado caricaturista inglês Hogarth que lhe ensinasse a fazer caricaturas.
- Não, você não deve desejar conhecer esta arte. Não trace nunca uma caricatura. Eu lhe digo com imensa magoa que, pelo uso continuo da arte de caricaturar tudo e todos, perdi o valor da verdadeira beleza, porque só vejo rostos desvirtuados e coisas fora de proporção...
Muitas vezes é assim que olhamos para nossos semelhantes – temos o defeito de ver neles apenas o que é feio e ruim e não sabemos apreciar as virtudes.

04 novembro 2010

Versões de mim

(Luiz Fernando Veríssimo)

Vivemos cercados pelas nossas alternativas, pelo que podíamos ter sido.

Ah, se apenas tivéssemos acertado aquele número (unzinho e eu ganhava a sena acumulada), topado aquele emprego, completado aquele curso, chegado antes, chegado depois, dito sim, dito não, ido para Londrina, casado com a Doralice, feito aquele teste…

Agora mesmo neste bar imaginário em que estou bebendo para esquecer o que não fiz – aliás, o nome do bar é Imaginário – sentou um cara do meu lado direito e se apresentou:

- Eu sou você, se tivesse feito aquele teste no Botafogo

E ele tem mesmo a minha idade e a minha cara. E o mesmo desconsolo.

- Por que? Sua vida não foi melhor do que a minha?

- Durante um certo tempo, foi. Cheguei a titular. Cheguei a seleção. Fiz um grande contrato. Levava uma grande vida. Até que um dia..

- Eu sei, eu sei… disse alguém sentado ao lado dele.

Olhamos para o intrometido… Tinha a nossa idade e a nossa cara e não parecia mais feliz do que nós. Ele continuou:

- Você hesitou entre sair e não sair do gol. Não saiu, levou o único gol do jogo, caiu em desgraça, largou o futebol e foi ser um medíocre propagandista.

- Como é que você sabe?

- Eu sou você, se tivesse saído do gol. Não só peguei a bola como me mandei para o ataque com tanta perfeição que fizemos o gol da vitória. Fui considerado o herói do jogo. No jogo seguinte, hesitei entre me atirar nos pés de um atacante e não me atirar. Como era um herói, me tirei… Levei um chute na cabeça. Não pude ser mais nada. Nem propagandista. Ganho uma miséria do INSS e só faço isto: bebo e me queixo da vida. Se não tivesse ido nos pés do atacante…

Ele chutaria para fora. Quem falou foi o outro sósia nosso, ao lado dele, que em seguida se apresentou.

- Eu sou você se não tivesse ido naquela bola. Não faria diferença. Não seria gol. Minha carreira continuou. Fiquei cada vez mais famoso, e agora com fama de sortudo também. Fui vendido para o futebol europeu, por uma fábula. O primeiro goleiro brasileiro a ir jogar na Europa. Embarquei com festa no Rio…

- E o que aconteceu? perguntamos os três em uníssono.

- Lembra aquele avião da VARIG que caiu na chegada em Paris?

- Você…

- Morri com 28 anos.

- Bem que tínhamos notado sua palidez.

- Pensando bem, foi melhor não fazer aquele teste no Botafogo…

- E ter levado o chute na cabeça…

- Foi melhor, continuou, ter ido fazer o concurso para o serviço público naquele dia. Ah, se eu tivesse passado…

- Você deve estar brincando.

Disse alguém sentado a minha esquerda. Tinha a minha cara, mas parecia mais velho e desanimado.

- Quem é você?

- Eu sou você, se tivesse entrado para o serviço público.

Vi que todas as banquetas do bar à esquerda dele estavam ocupadas por versões de mim no serviço público, uma mais desiludida do que a outra. As conseqüências de anos de decisões erradas, alianças fracassadas, pequenas traições, promoções negadas e frustração. Olhei em volta. Eu lotava o bar. Todas as mesas estavam ocupadas por minhas alternativas e nenhuma parecia estar contente. Comentei com o barman que, no fim, quem estava com o melhor aspecto, ali, era eu mesmo. O barman fez que sim com a cabeça, tristemente. Só então notei que ele também tinha a minha cara, só com mais rugas.

- Quem é você?perguntei.

- Eu sou você, se tivesse casado com a Doralice.

- E..?

Ele não respondeu. Só fez um sinal, com o dedão virado para baixo…

Creio que a vida não é feita das decisões que você não toma, ou as atitudes que você não teve, mas sim, aquilo que foi feito!

Se bom ou não, penso, é melhor viver do futuro que do passado!

22 outubro 2010

Missão integral

Texto de Arlen Rodrigues

Uma revista Cristã abordava um tempo atrás que os males sociais são frutos do pecado, porém o pecado estrutural – má distribuição de renda, saúde publica precária, educação básica ineficiente.

Este tem sido o tema corrente na missão integral. O evangelho tem por missão oferecer uma resposta para essa sociedade em crise e construir um mundo mais justo anunciando a chegada do reino de Deus, juntamente com exercício cidadão, aliando os valores cristão sem abrir mão da nossa vocação profissional e talentos naturais.

Entretanto essa onda evangélica de triunfalismo quer resolver quase tudo somente com  oração, intercessão nas ruas mais violentas da comunidade, unção nos pontos com alto índice de prostituição e estendendo a mão na direção da sua casa. Isto é apenas uma crendice que desacredita o bom senso. Eu vejo que o chamado a fé envolve muito mais do que orar pelos perdidos, impor mão, e fazer catequese.

Eu gostei muito de uma frase que eu ouvi hoje que diz, "Ensinamos o que sabemos,e multiplicamos quem somos". Nós cristãos temos que rever o que realmente somos, fazer uma auto análise da verdade que estamos passando, e qual estamos vivenciando. A verdade das igrejas-empresas a serviço do ego e da lógica da competição dita pelo deus mercado? Ou a verdade do reino de Deus, que a lógica é a cooperação que compartilha a miséria alheia?

O serviço cristão pode ser feito sem abrir mão da carreira profissional, visão empreendedora, dos talentos, seja a lógica-matemática, artes ou serviço social voluntario, tudo pode ser colocado a disposição do reino de Deus.

Ouvia uma apresentação do pastor Kivitz quando dizia que em vez de enviar missionários para a África, seria  melhor enviar um empreendedor para desenvolver negócios, gerar receitas, empregos, médicos para cuidar dos doentes, engenheiros agrônomos para ensinar técnicas de plantio, educadores e dentistas, dessa maneira diminuiria com eficácia a pobreza do mundo.

A igreja não tem colocado em pauta os novos desafios da atualidade como a preocupação com o meio ambiente e desenvolvimento sustentável, poucos cristão atentaram que relacionar bem com o meio ambiente, consigo mesmo, com Deus e o próximo, é tão cristão que a missão de Adão no Éden era cuidar da terra.

Por isso é interessante a missão integral, Deus age através de nós em favor dessa humanidade não somente quando oramos e jejuamos, a nossa formação profissional, talentos e personalidade pode devolver aquilo que Deus tem nos confiado a essa sociedade talvez de modo mais eloqüente que meras palavras, que traz apenas uma falsa sensação de espiritualidade sadia.

20 outubro 2010

A idiotice impera

A idiotice impera entre os crentes em época de eleição!!!!!!! O que me irrita também é que a moçada crente engole qualquer proposta e imposição dita eclesiástica, quando o pastor ou líder, ou algo que o valha, faz campanha política deslavada e desmedida sobre o púlpito de candidato-chefe denominacional que não quer largar a teta pública do congresso, sem mostrar trampo convincente! Cara, tem muita gente ainda engatinha no evangelho, embora esteja fielmente frequente nos bancos e altares das igrejas/templos/ministérios e afins! Que cresçamos em espírito e em verdade, para que nos tornemos amadurecidos no evangelho!!!!!! E tem gente crente que me critica quando não estou nem aí para os interesses e vontades denominacionais do que se ventila ser "igreja", cujo pastor não seja Cristo e sim homo sapiens!!!!!!!!!

Falou e disse meu brother Ricardo Reis via orkut.

18 outubro 2010

ALGUMAS CLAREIRAS (trechos)

Abaixo alguns trechos do artigo que pode ser lido em sua integra aqui.
Tem muita similaridade do que penso:

"Não estamos jogando fora uma teologia e trazendo outra para o seu lugar. Nosso esforço é por aprofundar antigas verdades, por terminar a obra que começamos. Às vezes, para se terminar uma construção se paga um preço mais caro que o imaginado no início do projeto. Às vezes, é mais difícil e exige mais firmeza e coragem concluir um edifício que começá-lo."

"...não conseguimos acreditar em qualquer benção que seja conquistada por tamanho de fé, ou quantidade de oração. Afirmar que Deus abençoou porque se orou muito, ou com força, ou se acreditou mais é negar a Graça de Deus. É chamar Deus de débil em seu amor e misericórdia, ao ponto de precisar de nosso empurrãozinho devocional para amar melhor! O que é inaceitável."

"...Deus não cabe em nossas tradições, em nossos conceitos, em nossa cultura, ou qualquer construção humana. Deus transcende a tudo e a todos."

"Sempre acreditamos que justiça social se faz com ação social e não com campanha de oração ou jejum. Que o faminto é saciado com pão e não com promessas covardes e irresponsáveis de um possível milagre. Curiosamente, as cidades e estados brasileiros onde algumas igrejas que prometem maravilhas e prosperidade mais crescem é justamente onde mais se alastra a miséria social. Na mesma proporção em que cresceram certos grupos religiosos brasileiros, cresceram a injustiça, a violência e a miséria. Caso típico e visível do Rio de Janeiro."

"Sempre nos recusamos a trocar as pessoas por programas ou razões teológicas. Mais importante que um programa ou organização são as pessoas que queremos amar e nelas promover o caráter de Cristo. Mais importante que manter um dogma, ou sustentar uma ortodoxia é acolher as pessoas em seus dramas pessoais.

"Não cremos em um Deus que faz acepção de pessoas ou mesmo se reduz à experiência de um apenas. Se Deus fez ontem, ele pode fazer hoje. Se Deus fez com o americano, faz também com o africano. Se agiu no desabamento de uma casa, age também no Tsunami. Não podemos acreditar que no mesmo instante que o garoto João Hélio, tragicamente assassinado no Rio de Janeiro, filho de um crente a caminho de uma programação de evangelização, foi vítima da violência e, do outro lado do Brasil, alguém divulgue que porque é fiel a Deus no dízimo e nunca sai de casa sem orar, Deus o livrou de um assalto. Esse não é o Deus da Bíblia. O Deus da Bíblia é o que não faz acepção de pessoas. Ama a todos igualmente. Abençoa a todos igualmente.
Por essas razões, temos pregado uma mensagem que inspire as pessoas a levarem a sério sua liberdade (Tg 2.12-13). A não se esconderem por trás de desculpas ou ritos (Gl 6.7-10)."

"...afirmamos que não podemos crer em um futuro que já esteja pronto. E que afirmar que Deus conhece o futuro é o mesmo que afirmar que já está pronto. O que anula nossa liberdade e faz de Deus mentiroso, já que na verdade ele se relaciona conosco num tipo de ‘faz-de-conta’, em que ele já sabe o fim da história, mas finge que não. Deus conhece tudo. Mas o futuro não existe, por isso não pode ser conhecido, porque não há nada para conhecer. O que Deus sabe do futuro não são os fatos, pois eles não existem. O que Deus sabe do futuro é o que Ele soberanamente afirmou que pode ou que vai fazer."

20 setembro 2010

Música “do mundo” dentro da igreja

musica Gosto muito das reuniões da Ibab Jovem, mas por que tocam e cantam músicas que não são da igreja, como Lulu Santos e Los Hermanos ?

A questão é que na igreja, e somente na igreja, graduamos as músicas como sagradas ou profanas, de Deus ou do mundo. Isso é um erro.

Paulo nos diz que a graça foi derramada sobre toda carne e que existe virtude nas pessoas à partir de sua gênese, que é a imagem e semelhança de Deus. Portanto, a beleza habita toda terra e a criatividade, toda criatura.

Existe música boa e música ruim, música profunda e inteligente e música superficial e vazia.

Paulo ainda nos diz em Filipenses que: “tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas.” Esse é o critério.

Uma outra coisa é que toda a Bíblia é verdade, mas nem toda verdade está na Bíblia. Muitas das músicas, poesias, textos acadêmicos que ouvimos, lemos e estudamos, expressam verdades que combinam com a verdade bíblica e precisam ser consideradas.

fonte: Blog do Fabricio Cunha
Li no Pavablog e comentei:
Pois é, acho que a situação acima descrita esta em um nivel mais elevado que a maioria dos cristãos evangelicos, que  ainda nem deram o 1º passo em relação ao tema.
As vezes fico abismado de como eu me privei de conhecer a arte da musica durante tanto tempo! Graças a Deus, Ele me libertou! E como diz Lulu Santos "nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia" Gloria a Deus!
Ja comentei este assuntos algumas vezes no meu blog:
O Hino Brasileiro é de Deus?
Crente é foda
Cazuza, Moody, Caio Fabio, Mozart e etc

20 agosto 2010

Bispo Robinson Cavalcanti Comenta Matéria da Revista Época Sobre os Evangélicos

O Bispo Robinson Cavalcanti enviou hoje, 08.08.2010, a seguinte carta à redação da Revista Época:
Sr. Redator
Confesso que me senti deslocado na bem escrita matéria de capa Os Novos Evangélicos (Época nº.638), assinada por Ricardo Alexandre, apesar de manter laços de afeição, amizade e respeito com os personagens citados. Por anos, tenho defendido um evangelicalismo progressista, atualizado e relevante, dentro do princípio que “a igreja reformada sempre se reforma”. Mas, no protestantismo brasileiro há várias tentativas sérias de resposta tanto ao imobilismo tradicionalista quanto ao sincretismo manipulador. O que emana da matéria, porém, é uma espécie de neoanabatismo piorado: anti-histórico, anti-institucional, anti-confessional e iconoclasta. Não creio que um pretenso pós-evangelicalismo restauracionista e basista seja a proposta mais adequada para os problemas atuais da Igreja de Jesus Cristo – esse organismo-organização/corpo-instituição – legada pelos apóstolos e pelo consenso histórico dos fiéis.

Atenciosamente,
+ Robinson Cavalcanti
Bispo Diocesano

Texto retirado da integra do site da Diocese do Recife

09 agosto 2010

Nova reforma protestante

É mais ou menos este termo que tenho pensado ultimamente sobre esta nova maneira de ver o cristianismo. Parece um tanto quanto profundo e ousado, porem se compararmos os disparates que a igreja tem vivido hoje, em relação ao ensinado por Jesus nos evangelhos, o termo não ficaria muito distante disto.

Hoje, tive a oportunidade de ler uma materia de capa da revista Época desta semana, e acho que seria interessante recomendar a leitura e reflexão sobre o tema. Abaixo alguns trechos;

"Desde que se converteu ao cristianismo evangélico, durante uma aula de inglês em Goiânia em 1969, Rosique pratica sua fé assim, em pequenos grupos de oração, comunhão e estudo da Bíblia."

"Ele pode ser visto como um “símbolo” do período de transição que a igreja evangélica brasileira atravessa. Um tempo em que ritos, doutrinas, tradições, dogmas, jargões e hierarquias estão sob profundo processo de revisão, apontando para uma relação com o Divino muito diferente daquela divulgada nos horários pagos da TV. "

Detalhe: é sempre bom ler os comentários Revista Epoca

03 agosto 2010

Por uma fé reflexiva

Publico hoje um texto simples, profundo e direto ao ponto (alias, todo o blog do Daniel Guanaes é assim), gostei muito e recomendo o blog Fe verdadeira para um mundo real

Por uma fé reflexiva tenho me dedicado aos livros.

Por uma fé reflexiva tenho me dedicado ainda mais às pessoas.

Por uma fé reflexiva tenho procurado um pouco de silêncio.

Por uma fé reflexiva tenho tentado decodificar o barulho.

Por uma fé reflexiva às vezes pareço um ET no contexto evangélico.

Por uma fé reflexiva tenho valorizado os que pensam diferente de mim.

Por uma fé reflexiva tenho orado.

Por uma fé reflexiva tenho trabalhado.

Por uma fé reflexiva valorizo o intelecto.

Por uma fé reflexiva não desprezo o coração.

Por uma fé reflexiva. Sempre por ela.

15 julho 2010

10 DICAS DO PROF.MARINS PARA UM JOVEM VENCEDOR

vencedor 1. Escolha seus amigos. Não ande com pessoas que não vão agregar nada à sua vida futura;
2. Estude. Lembre-se que o século XXI é o século da Inteligência. Vencerão somente os melhores;
3. Procure ouvir a experiência dos mais velhos. Às vezes pode ser chato, mas antes de descartar bons conselhos, pense neles;
4. Cuide de sua saúde. Pratique esportes. Não fume;
5. Encha o seu tempo. Não fique desocupado. Faça alguma coisa boa – cursos rápidos além da escola são uma boa opção;
6. Aprenda inglês e espanhol. Lembre-se que inglês será o idioma universal. Mais da metade da população mundial estará falando inglês nos próximos anos. Espanhol é importante porque será a segunda língua mundial;
7. Aprenda computação. Seja amigável com um computador. O mundo será a cada dia mais eletrônico. Navegue na Internet buscando informações úteis para o seu futuro;
8. Divirta-se. Seja uma pessoa alegre. Sorria!
9. Seja "polido" e "educado". Saiba dizer "com licença",  "por favor", "obrigado", "desculpe". Pessoas educadas têm mais sucesso na vida e no trabalho;
10. Resista a tentação às drogas e maneiras fáceis (e falsas) de ser feliz. Lembre-se que a felicidade e o sucesso são construídos no dia-a-dia por nossas atitudes e comportamentos. Acredite em Você! Lembre-se que Você é a pessoa mais importante do mundo! Você merece o melhor! Cuide-se!

14 julho 2010

O polvo falso profeta

!cid_A43E809CDB12492C910CF17F060A380C@casa32cda77ed8

Obedecendo ao guru da autoajuda

sesamestreet-300x270Imagine-se nesta palestra. O guru estava vestido com um belo terno e uma discreta gravata. À sua frente, a platéia: mais de 4 mil executivos das principais empresas brasileiras e algumas internacionais. O guru guiava a todos com a voz típica de um hipnotizador, lenta e suave:
“Feche os seus olhos. Respire fundo. Imagine como será a sua vida no próximo ano. Agora imagine sua vida daqui a 5 anos. Como você se enxerga? Você é uma pessoa bem sucedida? Está feliz?”
Você, com o seu aguçado senso de autocrítica, permanece estático, de olhos abertos, admirando o espetáculo. Olha para os lados, vê aquela multidão de homens de negócios com os olhos fechados, reféns do guru da autoajuda, e não contém o risinho sarcástico que se desenha em seus lábios.
Quanto tempo você permaneceria nessa palestra? Eu passei dez minutos – ou menos.
O guru da autoajuda em questão era o idolatrado “Spencer Johnson, M.D.”, autor de um dos maiores best sellers corporativos de todos os tempos, Quem mexeu no meu queijo?, livreco de 100 páginas impressas em Times New Roman tamanho 17, e com a profundidade de um prato de sopa. Exemplo de um dos preciosos conselhos de Johnson, M.D., pelos quais as pessoas compram seus livros e pagam por suas palestras: “se você não mudar, você morrerá”. Céus! Isso chega a ser pior que a baboseira cósmica de O Segredo, outra pérola da auto-ajuda.
Como nos sujeitamos a esse tipo de engodo?
Sou um verdadeiro gato escaldado no assunto. Acredite em mim. Perdi a conta de quantas palestras já assisti. Nas primeiras, entrava no clima. Se o palestrante mandasse abraçar o ilustre desconhecido ao lado, eu abraçava. Se o cara falasse “levantem as mãos e gritem ‘eu sou um vencedor’”, eu obedecia, levantava os braços e repetia a ladainha. No final, ainda comprava as fitas de vídeo com a mesma palestra, para não esquecer jamais os ensinamentos aprendidos naquele dia. Não me levem a mal, eu tinha catorze anos nessa época…
À medida que o tempo passa e nos aprofundamos em nossos temas de interesse, inevitavelmente, ficamos mais exigentes. Ou isso ocorre ou não estamos nos dedicando o suficiente. A palavra-chave desse processo é aprofundar. Devemos nos permitir mergulhar mais fundo nas águas do conhecimento. É como requintar o paladar. Não dá para comparar fast food com alta gastronomia.
De qualquer forma, o fato é que muita gente acredita – e investe – em livros e palestras do gênero. Se assim não o fosse, a auto-ajuda não seria um dos filões mais rentáveis da indústria livreira, nem os eventos empresariais contariam com tantos gurus como Spencer Johnson & companhia.
Enfim, gostaria de saber o que vocês acham desse assunto, como se comportam em palestras do gênero, se apreciam, acreditam – ou se sou só eu o complicado…
Leitura recomendada
Rodolfo Araújo escreveu um dos artigos mais originais e contundentes sobre esse tipo de literatura, batizado criativamente de O nascimento do auto-atrapalha. Ele resume a falácia dos livros a uma única lição: sucesso é uma questão de vontade e genialidade. Depois de ler o livro de autoajuda você resolve a questão da vontade, porque aí passa a querer ser um sucesso. Mas, se depois disso você não vira um sucesso, é porque a outra parte da fórmula está errada. É quando você descobre – ou ao menos deveria descobrir – que não é um gênio.
Alvaro Augusto despedaçou o livro de Spencer Johnson no artigo Quem mexeu no meu queijo: uma análise crítica. Além das críticas à obra, o Alvaro alerta os leitores a não levarem tão a sério as letrinhas que acompanham o nome dos autores, como MD, PhD, etc.

Fonte: Voce S/A

13 julho 2010

Comentários sobre Batalha Espiritual

dorpl3-1
por Zé Luís

Muito se fala sobre a necessidade da oração, de como alguém que professa a fé em Cristo só caminha “espiritualmente” nesta área se fizer deste exercício uma constante em sua existência.

Jamais diria o contrário, embora seja um campo que ainda tenha certa falta de disciplina. Por favor: não me julguem, é tragicamente tradicional que discípulos cochilem neste processo: Basta lembrar que em um dos momentos mais terríveis da vida do Mestre na terra, ele pediu para que eles o acompanhassem nisso, e eles simplesmente, dormiram por mais de uma vez.

De joelhos, na intimidade isolada do meu quarto, fecho os olhos e procuro o contato através de minhas preces, mas não demora muito para faltar assunto, para meu monólogo perder o sentido e a mente começar a divagar entre assuntos totalmente alheios: “Quanto está o jogo?...”, “Será que paguei aquela conta?...”,”Aquele colega de serviço me contou uma piada engraçada...”.

Sem contar o sono incontrolável, inexplicável. Não tenho tanto sono assim! O que será que me dá?

Creio que isso seja a verdadeira batalha espiritual: é entrar na dimensão onde fica a legítima inspiração, onde os pensamentos se estabilizam, onde um pouco de paz pode ser restaurada, que a dispersão começa, já que o caminho que leva até este esconderijo é escabroso e povoado por seres inexplicáveis.

Elias, profeta pentecostal padrão, quando em sua caverna, e chamado por Deus para sair, presencia as mais diversas manifestações antes que identifique em quais delas o Altíssimo habita: num grande vendaval, em um tremor de terra, em inexplicáveis chamas que derretem as rochas a sua frente? O Criador se pronuncia em uma voz mansa, suave.

Orações – pentecostais como as dos meus irmãos – começam numa luta para se manter em constante força de voz, e não é incomum encontrar nesta hora crentes aos berros, falando dialetos, saltando, correndo: é a forma que eles encontram em permanecer orando e não sucumbirem ao sono da batalha.

Não é a intenção daqui julgar formatos: em certa data, estava só em casa, e ao sair do banho, meditava em determinado trecho da Palavra, quando senti a presença especial do Espírito. Ri-me, ao me deparar momentos depois, diante do espelho, com meu reflexo magro e nú, saltitando aos prantos enquanto sentia em minha alma a mais profunda gratidão. Graças a Deus, só Ele presenciou isso...

Mas é no silêncio calmo, quando calo meus pensamentos, após pedir a Deus que mudasse minhas vontades, que começa a nascer em mim respostas que aqui não estavam.

Oração não é monólogo, é diálogo. Um papo que só quem ouve sou eu e meu Interlocutor, na maioria das vezes. Nesses papos, já pude ser abençoado muitas vezes.

Uma das minhas maiores bençãos é poder compartilhar pensamentos com desconhecidos que recebem estas informações como verdadeiro alívio para a dor de suas almas.

Esse texto, por exemplo, é resultado de alguns momentos na presença Dele.

Guerra Espiritual é isso, sem trégua, com um embaralhador de pensamentos sempre presente, tentando nos roubar pensamentos, matar raciocínios, destruir linhas lógicas.

Estamos em guerra.

12 julho 2010

Não dá para pendurar as chuteiras…

Robinson Cavalcanti

Aos poucos, vamos passando pelo “intervalo lúdico” de meio de ano: férias escolares e de alguns profissionais, a Copa, que, agora, não é nossa, mas… do Mundo, os festejos juninos/joaninos, e o impacto da devastação causada pelas enchentes na Zona da Mata de Pernambuco e Alagoas.

A “pátria de chuteiras” não pode pendurar as chuteiras, e os cristãos, com vidas missionárias, nunca penduram as suas. A bola (e a vida) continua a rolar. Há várias “copas” contínuas: a família, o trabalho, a igreja, e uma “copa” periódica de um jogo mais do que necessário, mas quase sempre perigoso: o jogo político. Esse é um ano de eleições no Brasil.

Sem nunca deixar de apontar para a “pátria celestial”, nos cabe uma responsabilidade na “pátria terrena”, o suspiro pela Nova Jerusalém não exclui o suor pela República Federativa.

Muitos cristãos continuam desinformados/equivocados/alienados, outros não se livraram do fantasma ultrapassado da “Guerra Fria”, e o “mundanismo” dos conchavos e acordos espúrios, das “ungidas” candidaturas ditas “oficiais” por igrejas ou denominações ferem o testemunho do Evangelho, emporcalham a vida espiritual e fazem os ossos de Lutero, Calvino, Simonton e Gunnar Vingren se revirar nos túmulos.

Apesar da propaganda, da manipulação e da maquilagem, os problemas estão aí: a falta de segurança pública, de educação pública e de saúde pública de qualidade, de habitação digna, de transporte de massa, de renda própria (sem cheques-provedores), do clientelismo estatizado e das “classes médias” artificiais, com os que têm mais continuando a ter mais ainda.


Até agora os candidatos não disseram para que vieram. Cadê um Projeto Nacional, que não seja a continuação do personalismo, e a disputa de quem pode ser o melhor continuador dele, parecendo com ele? Literalmente, este ano, “não há nada de novo debaixo do sol”, no nada ou na timidez do quase nada em termos de alternativas ao morno reformismo do status quo.

Se é assim ao nível nacional, o regional continuará no interminável conflito das oligarquias (desde as Capitanias Hereditárias), com o “centralismo realista” das cúpulas partidárias forçando de goela abaixo dos que ainda têm um restinho de ética os acordos os mais espúrios. E não há reforma política a vista, porque as distorções do sistema atual são uma das razões para o “sucesso” dos detentores do poder.

Mas, fé é uma coisa meio misteriosa, meio esquisita, meio teimosa, e não nos permite desistir, mas resistir e insistir.

O jogo da vida prossegue. Não podemos pendurar as chuteiras!

Fonte: Pavablog

10 junho 2010

Pagina inicial do Google vai mudar a partir de 10 junho 2010

Se você visitar o Google , hoje, você pode observar na página inicial é um pouco diferente. Cerca de uma semana atrás, o Google começou a permitir que os usuários carregar suas próprias imagens de fundo no Google.com, para os ajudar a personalizar a home page do Google.
Para conduzir uma maior sensibilização para esse recurso e inspirar os usuários a mudar a sua home page, o Google associou-se a "vários artistas bem conhecidos, escultores e fotógrafos para criar uma galeria de imagens de fundo você pode usar para personalizar a sua página inicial do Google." Over the próximas 24 horas, quando você visitar o Google.com, na página inicial terá uma daquelas experiências de costume.
Os artistas e imagens provenientes de Dale Chihuly, Jeff Koons, Otterness Tom, Apfelbaum Polly, Kuma Kengo (隈 研 吾), Kwon, Ki-soo (권기수) e Tord Boontje, bem como algumas fotos incríveis de Yann Arthus-Bertrand e Nacionais Geographic.
Além disso, esse recurso de mudar a página inicial já está disponível internacionalmente.

PS: Para colocar uma imagem à sua escolha voce precisa ter uma conta no google.

Tags: plano de fundo, pagina do google, alterada

Fonte: http://searchengineland.com/google-home-page-automatically-changing-background-image-on-june-10th-43999

27 maio 2010

Software para contagem de impressões

"Tenha controle sobre as atividades da sua impressora em tempo real através de logs detalhados."
PaperCut Print Logger é um aplicativo gratuito para logs de impressão no Windows, construído para proporcionar um controle e listagem do uso de todas as impressoras em tempo real. Esses logs contém informações como a hora da impressão, quem imprimiu (usuário), número total de páginas impressas, nomes e títulos dos documentos, e, outros atributos como tamanho do papel e modo de cor. Os logs estão disponíveis para visualização através de formatos amigáveis: HTML, CSV ou Excel.

O programa pode ser encontrado no Baixaki

12 maio 2010

Vale a pena o debate

Em minha navegação matinal de hoje, me deparei com 2 excelentes textos que nos induzem no minimo ha uma sincera reflexão. São 2 excelentes escritores, o que por si só vale a pena a observação.
Vale muito a pena ler e ponderar entra as 2 opiniões:

AGORA QUEREM USAR A MINHA BOCA...
 "Declarei que não mais me envolveria com o movimento “evangélico” a fim de poder viver o Evangelho sem associação com o movimento que leva o nome da qualidade do Evangelho [evangélico] — a fim de não me identificar com algo que era um estelionato em relação ao Evangelho."
Por Caio Fabio
Leia o texto na integra no blog do Pava...

e o outro texto:

OS DESIGREJADOS
"É curioso que a passagem predileta dos desigrejados – “onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles” (Mt 18.20) – foi proferida por Jesus no contexto da igreja organizada. Estes dois ou três que ele menciona são os dois ou três que vão tentar ganhar o irmão faltoso e reconduzi-lo à comunhão da igreja (Mt 18.16). Ou seja, são os dois ou três que estão agindo para preservar a pureza da igreja como corpo, e não dois ou três que se separam dos demais e resolvem fazer sua própria igrejinha informal ou seguir carreira solo como cristãos."
Por Augustus Nicodemus
Li o texto no Pulpito Cristão mas vale a pena conferir no post original por causa dos comentários.

E você o que acha?

11 maio 2010

Cazuza, Moody, Caio Fabio, Mozart, etc...

Recebi um email semana passada sobre uma suposta análise de uma psicóloga sobre o filme Cazuza. O texto foi amplamente divulgado na internet, por isso não vou transcrevê-lo aqui.
Enviei à alguns amigos sobre minha opinião e resolvi colocar no blog.
Eu não tenho o Cazuza como um ídolo, e acho que realmente ele foi um idiota na sua vida particular, porem ele foi foda no mundo artístico e eu tiro o chapéu para ele nesse sentido.
Bem, segue abaixo o comentário que fiz no site cristianismo criativo sobre uma
performance, no mínimo esquisita, de uma famosa cantora gospel versus a preferência do autor pelas musicas do Cazuza:
"Caramba! como as pessoas confundem a obra pelo autor, isso deve sempre haver distinção se quisermos "examinar todas as coisas e reter o que é bom". Se quisermos levar essa premissa (de relacionar a obra ao autor) ao radicalismo vamos parar agora de ouvir não só musica secular, como também vamos abolir os hinos, pregações, livros e CDs que temos escutado
durante toda essa nossa caminhada cristã. Vamos lá:
Você conhece as pregações de Jimmy Swaggart? Grandes mensagens! E a vida dele você conhece????
Você conhece Caio Fabio? Grande pensador cristão não é? Você sabe o que aconteceu na vida particular dele?
Você sabia que Moody e Charles Finney fumavam????? Não???
Ah! Voce já ouviu falar de um rei ímpio, de um império idólatra que foi chama de servo do
Senhor????
Você conhece as musicas de Mozart? Legal né? E a vida dele você conhece? dá uma olhadinha.
Voce conhece Vinicius de Morais? Legal né? então dá uma olhadinha na vida dele.
...e Elis Regina, e o Elvis? O Michel Jackson? Van Gogh ? Tostoi? Dostoievski?
Quem poderá se esconder da influencia destes grandes artistas???
E aquele irmão que era uma benção no louvor??? Descobriram que durante aquele tempo ele mantinha relações sexuais ilícitas!!! Vixi?!?! Mas num era uma benção????
Eu mesmo descobri varias vezes que os meus pastores, aqueles que eu botava a mão no fogo por eles, tinham uma vida totalmente diferente daquilo que pregavam. Alias me digam, quem aqui nunca subiu no altar com aquele pecado escondido atire a 1º pedra.
Aliás "Deus deu dons aos homens e não somente aos certinhos, santinhos, desta vida".
Qualquer um pode produzir uma ótima obra, e não há nada errado em apreciar o que é bom,
agradável e de boa fama!!! Vamos rever nossos conceitos! FARISEU É MATO!"

27 abril 2010

RECEITA PARA UM CASAL NUNCA BRIGAR

Um casal foi entrevistado num programa de TV porque estava casado há 50anos e nunca tinha discutido. O repórter, curioso, pergunta ao homem:
- Mas vocês nunca discutiram mesmo?
- Não...
- Como é possível isso acontecer?
- Bem, quando nos casamos, a minha esposa tinha uma Gatinha de estimação que amava muito. Era a criatura que ela mais amava na vida.
No dia do nosso casamento, fomos para a lua-de mel e minha esposa fez questão de levar a gatinha. Andamos, passeamos, nos divertimos e a gatinha sempre conosco. Um certo dia a gatinha mordeu minha esposa. A minha esposa olhou bem para a gatinha e disse: - “Um... “
Algum tempo depois a danada da gatinha mordeu minha esposa novamente. A minha esposa olhou para a gatinha e disse: - “Dois...”
Na terceira vez que a gatinha mordeu, minha esposa sacou uma espingarda e deu uns cinco
tiros na bichinha.
Eu fiquei apavorado e perguntei:
- 'Sua ignorante desalmada, porque é que tu fizeste uma coisa dessas, mulher'?
A minha esposa olhou para mim e disse: '- Um.....'
- Depois disso, nunca mais discutimos.. ...

23 abril 2010

Espiritualidade

home_54 Ricardo Gondim falando sobre espiritualidade na revista Ultimato:
“Eu acreditava em preces barulhentas. Achava que Deus gostava de decibéis exagerados. Aliás, preciso confessar, eu mesmo já insuflei auditórios com a clara intenção de produzir frenesi para "mostrar" categoricamente que Deus "operava em nosso meio".
“Abandonei o esforço de fazer de minhas orações uma técnica de colocar Deus em movimento. Destruí o altar que eu erguera para acionar o divino.”
“Na agitação, evita-se o confronto com a interioridade e, consequentemente, com Deus. Agora, só agora, começo a intuir o significado de orar no quarto fechado, em secreto.”
“Uma oração que não inclua o mundo inteiro apequena Deus e mostra o grau de individualismo de quem ora. Não consigo mais entender Deus como um deus tribal que faz chover e não deixa que gafanhotos destruam plantações.”
“Deus não dispensa suas bênçãos prioritariamente sobre os quem têm olhos azuis. Ele não começa seus castigos pelos mais miseráveis; não abandona milhões à míngua para vitalizar ajuntamentos que enriquecem evangelistas ávidos por fama e riqueza.”
“Liturgias centradas em emocionalismos desmerecem a tradição profética dos dois Testamentos. O melhor culto é defender a justiça. Deus não gosta de ajuntamentos com liturgias autocentradas, que só buscam canalizar o seu favor.”
“Anseio por reuniões que celebrem a graça, sem paranóias espirituais, sem alguém tentando infundir culpa para descansar no inescrutável amor de Deus.”

Ricardo Gondim - Rev. Ultimato Mar/Abr 2010

16 abril 2010

Como ser criativo

A criatividade não é um dom especial que só algumas pessoas possuem.

Você pode desenvolver sua criatividade se buscar continuamente a informação sobre tudo que o cerca, se tiver sensibilidade para todas as coisas que acontecem à sua volta e curiosidade para descobrir o que se esconde nas aparências dos fatos, dos objetos, das pessoas.

A inspiração, o "click", é o resultado final de muita leitura, observação e análise. A inspiração é o momento em que o arquivo mental entra em ação e abre-se uma gaveta com uma grande idéia. Para que esta gaveta se abra, o arquivo tem que ser abastecido.

Aproveitando as idéias do professor Whitt N. Schultz, da Universidade de Buffalo nos Estados Unidos, famosa por seus cursos de criatividade, a Tilibra preparou estas dicas para que você tenha muitas idéias criativas e brilhantes.

--------------------------------------------------------------------------------

Você pode desenvolver sua criatividade se buscar continuamente a informação sobre tudo que o cerca, se tiver sensibilidade para todas as coisas que acontecem à sua volta e curiosidade para descobrir o que se esconde nas aparências dos fatos, dos objetos, das pessoas.

A inspiração, o "click", é o resultado final de muita leitura, observação e análise. A inspiração é o momento em que o arquivo mental entra em ação e abre-se uma gaveta com uma grande idéia. Para que esta gaveta se abra, o arquivo tem que ser abastecido.

1. Saiba que há um tesouro em sua cabeça - uma mina de ouro entre suas orelhas. Construir um computador com as mesmas características do seu cérebro custaria mais do que 3 bilhões de bilhões de dólares.
Sabe como se escreve isso?
Assim, um três e dezoito zeros:
US$3.000.000.000.000.000.000,00

2. Todo dia escreva pelo menos uma idéia sobre estes assuntos: como eu posso fazer meu trabalho melhor; como eu poderia ajudar outras pessoas; como eu posso ajudar minha empresa; como eu posso ajudar o meu país.

3. Escreva seus objetivos específicos de vida. Agora, carregue esta relação no bolso - sempre.

4. Faça anotações. Não saia sem papel e lápis ou algo para escrever. Anote tudo, não confie na memória.

5. Armazene idéias. Coloque em cada pasta um assunto. Idéias para a casa, para aumentar a sua eficiência no trabalho, para ganhar mais dinheiro. E vá aumentando este banco de dados através de leitura, viagens, conhecimento com novas pessoas, filmes, competições esportivas etc.

6. Observe e absorva. Observe tudo cuidadosamente. Aproveite o que você observa. E principalmente, observe tudo como se fosse a última vez que você fosse ver.

7. Desenvolva uma forte curiosidade sobre pessoas, coisas, lugares. Ao falar com outra pessoa faça com que ela se sinta importante.

8. Aprenda a escutar e ouvir, tanto com os olhos quanto com os ouvidos. Perceba o que não foi dito.

9. Descubra novas fontes de idéias. Através de novas amizades, de novos livros, de assuntos diversos e até de artigos como este que você está lendo.

10. Compreenda primeiro. Depois julgue.

11. Mantenha o sinal verde de sua mente sempre ligado, sempre aberto.

12. Procure ter uma atitude positiva e otimista. Isso ajuda você a realizar seus objetivos.

13. Pense todos os dias. Escolha uma hora e um lugar para pensar alguns minutos, todos os dias.

14. Descubra o problema. Ataque seus problemas com maneiras ordenadas. Uma delas é descobrir qual é realmente o problema, senão você não vai achar a solução. Faça seu subconsciente trabalhar. Ele pode e precisa. Dia e noite. Fale com alguém sobre a idéia, não a deixe morrer.

15. Construa GRANDES idéias a partir de pequenas idéias. Associe idéias. Combine. Adapte. Modifique. Aumente. Diminua. Substitua. Reorganize-as. E finalmente, inverta as idéias que você tem.

16. Evite coisas que enfraqueçam o cérebro: barulho, fadiga, negativismo, dietas desequilibradas, excessos em geral.

17. Crie grandes metas. Grandes objetivos.

18. Aprenda a fazer perguntas que desenvolvam o seu cérebro: Quem, Quando, Onde, O quê, Por quê, Qual, Como.

19. Coloque as idéias em ação. Lembre-se de que uma idéia razoável colocada em ação é muito melhor que uma grande idéia arquivada.

20. Use o seu tempo ocioso com sabedoria. Lembre-se de que a maior parte das grandes idéias, os grandes livros, as grandes composições musicais, as grandes invenções foram criadas no tempo ocioso dos seus criadores.

Apenas para confirmar que a criatividade não é um dom, mas um potencial a ser explorado à sua volta e dentro de você, vamos ver o que grandes inventores e pensadores escreveram sobre CRIAR:

"As pessoas que vencem neste mundo são as que procuram as circunstâncias de que precisam e, quando não as encontram, as criam."
(Bernard Shaw - Filósofo)

"Minhas invenções são fruto de 1% de inspiração e 99% de transpiração."
(Thomas Edison - Inventor)

"As mentes são como os pára-quedas: só funcionam se estiverem abertas."
(Ruth Noller - Pesquisadora da Universidade de Buffalo)

"As boas idéias vêm do inconsciente. Para que uma idéia seja relevante, o inconsciente precisa estar bem informado."
(David Ogilvy - Publicitário)
--------------------------------------------------------------------------------
CopyRight © Tilibra.

Fonte: http://www.bestreader.com/port/txcomosercriativo.htm

15 abril 2010

Problema com o icone disco C, unidade C, HD principal

Há um tempo atras fiquei louco à procura de uma solução para tentar restaurar meu icone da unidade C, porem depois de varias tentativas e orientações dos mais diversos forúns, desisti.
Porem todo dia estava lá aquele icone de arquivo desconhecido "me olhando" e me desafiando, foi quando não aguentei e resolvi fazer novas pesquisas no google e num é que consegui resolver. E olha que foi muito simples. É por isso que curto muito o mundo da net.
Transcrevo abaixo a resolução do forúm "Forumpcs" do ano de 2005!

Ícone do HD Principal
Saudações,
Repentinamente o ícone que representa o HD principal no Windows Explorer, ou seja, o C:\ (Diretório Raiz) sumiu e passou a exibir o ícone que representa arquivos não associados a qualquer software...
Imagino que isso não tenha maiores conseqüências, mas fico profundamente irritado por não saber o que causou e como restaurar o status anterior, uma vez que, em não há, como exite em outras situações, a opção de alterar o ícone...
Alguém pode me dar um socorro?
Desde já, muito obrigado...
Ylliomar.


Hard mod
Tem um programa que pode resolver isso.
http://www.snapfiles.com/get/IconTweaker.html


Você também pode ver se existe algum autorun na raiz das partições (C:, D:, etc... se você tiver mais de uma). Se sim, delete ele, reinicie e veja se tudo volta ao normal. (ESSA FOI A MINHA SOLUÇÃO)

Ylliomar Oliveira Xatara
Muitíssimo obrigado por se interessar e resolver o meu problema!
Você matou o problema de um único golpe!
Realmente havia um autorun na raiz principal e detoná-lo foi MÁGICO! 

09 abril 2010

Coisas que os cristãos gostam

Jonathan Acuff é um humorista e autor cristão americano. Em 21 de março de 2008 ele criou um blog, que virou site depois. O objetivo era simples, fazer uma lista das coisas que os cristãos mais gostam de fazer e comentar sobre elas. O site convidava os visitantes a darem sugestões e assim foi aumentado a lista.

Depois de o blog receber 730 mil visitas desde a criação, a editora Zondervan resolveu publicar o material em formato de livro e audiolivro. Ele escolheu 120 "coisas" para a versão impressa, sendo 80 inéditas até então. São 208 páginas que incluem os comentários do autor e parte dos comentários do blog. No dia do lançamento do livro (1/04/2010) o blog já contava com 740 itens. Sua lista/livro inclui uma série de pregadores/autores famosos, filmes e músicas. Vários ítens não fazem sentido na nossa realidade, pois são característicos da cultura cristã americana. Mas Acuff também enumera coisas que vemos por aqui. Segue uma seleção retirada da lista dos 500 mais comentados disponível no site:

#1 - Tentar dar um ar cristão a idéias e produtos populares
#10 - Objetos de decoração cristãos de gosto duvidoso
#12 - Criar fórmulas para melhorar de vida em "X" passos
#14 - Tratar a Deus como seu namorado
#27 - Falar sobre cristãos famosos
#29 - Não dançar
#31 - Falar palavrão só de vez em quando
#34 - Sutilmente tentar descobrir se outros irmãos também bebem
#39 - Dar opinião sobre algo que não conhecemos
#53 - Dizer "Vou orar por você" e não orar
#64 - Ter medo que o arrebatamento venha antes de você casar
#65 - Colocar versículos na assinatura do seu email
#69 - Ter um lugar reservado na igreja
#80 - Resolver tudo com "mais oração"
#81 - Chamar fofoca de pedido de oração
#94 - Bíblias de estudo com diferentes especialidades
#101- Deixar qualquer um tocar no louvor
#105 - Desejar que seu testemunho de conversão fosse mais emocionante
#107 - Domingos
#116 - Dizer "vou orar sobre isso" como sinônimo para "não"
#121 - Achar que Deus vai lhe dar um chamado seguido de muitos detalhes
#134 - Usar a Bíblia para evangelizar pessoas que não acreditam na Bíblia
#149 - Boicotar coisas "anti-cristãs"
#150 - Dizer que está "esperando em Deus"
#158 - Não usar o nome da pessoa, chamá-lo apenas de "pastor"
#170 - Repassar emails com mensagens cristãs
#188 - Julgar a fé de alguém pelo número de versículos sublinhados em sua Bíblia
#206 - Mandar recados para o diabo
#225 - Transformar os diáconos em agentes secretos
#238 - Desejar que tivesse se divertido mais antes de se converter
#259 - Pensar que fé é um evento
#276 - Fazer coisas supersantas para Deus
#302 - Prosperidade
#303 - Doar coisas inúteis para a igreja
#317 - Dizer aos outros que o sermão do domingo foi direcicionado a eles
#335 - Comparar a vida cristã com Red Bull (te dá asas)
#347 - Usar fé como moeda para negociar com Deus
#362 - Filmes evangélicos, como "Desafiando os Gigantes"
#367 - Pedir dinheiro na igreja
#374 - Emoticons cristãos como "<)><".
#375 - Esquecer quem nós somos
#383 - Fazer ameaças cristãs por carta ou email
#393 - Colocar adesivos cristãos (como o do peixinho) na traseira do carro
#402 - Pensar que Deus está muito longe de nós
#405 - Dizer "a Bíblia" sempre que alguém pergunta qual o melhor livro que você já leu
#429 - Tratar Deus como uma máquina de fazer suco
#433 - Afirmar algo que Deus nunca disse em sua Palavra
#445 - Criar um "ambiente cristão" no seu escritório
#449 - Perguntar a si mesmo se só crer em Deus é o suficiente
#471 - Dormir no culto
#482 - Falar sobre o fim do mundo
#497 - Dar nomes bíblicos aos filhos
#500 - Fazer listas

Fonte: Stuff Christian Likes
Muitos deles parecem espirituais quando nós fazemos, mas tolice quando são os outros que fazem
 Li no Pavablog (recomendadíssimo)
 

Jargões gospel que não aguento mais! - versão 2

-Amém? Está fraco. AMÉM? Amém ou não amém?
-Quem quer receber uma bênção de Deus hoje, levante a mão.
- Existe a lei da semeadura, (e o número da conta é...heheheheh)
- Você nasceu pra ser cabeça, não cauda!
-Esse acidente aconteceu porque você deve ter dado brecha.
-Nada vai impedir que você seja um conquistador.
-Depois deste congresso você nunca mais será o mesmo.
-Nós somos um povo que não conhece derrota (?????)
-Vamos conquistar esta cidade para Cristo.
-Estou sofrendo uma retaliação do Diabo.
-Vamos amarrar os demônios territoriais que estão sobre o Brasil.
-Todos os que fizerem a campanha das sete semanas alcançarão seus sonhos.
-Esta é a melhor Bíblia comentada dos últimos anos.
- Estamos num mover apostólico ....
-O Brasil é a terra do avivamento
-Haverá uma explosão de milagres neste evento...
- O Reino de Deus precisa de um candidato na Câmara; vamos eleger nosso irmão que vai fazer a diferença.
- Deus abrirá uma porta de emprego para você, meu irmão.
-Os Estados Unidos são uma bênção porque o presidente deles é crente.
-O Senhor manda te dizer...
-Deus, eu ordeno que bênçãos caiam sobre esse povo nesta noite!"
-Determina para teu irmão" "Profetiza para o companheiro do lado."
-Levante a mão e diga...
-Olha para o irmão que está ao seu lado e diga...
-Fala Deus!
-Foi tremendo!
-Quantos estão felizes diga amem.
-Você é mais que vencedor
-Isso é coisa do mundo
-O inimigo se levantou contra mim
-Você precisa tomar posse da benção!
-Dê a mão para a pessoa ao seu lado, em nome de Jesus
-Só os vencedores levanta a mão ai...
-Eu senti de Deus
-Essa é uma geração de profetas
-Deus tem levantado nesses últimos dias...
-Tira pé do chão, você tem que se alegrar
-Na presença do senhor até a tristeza salta de alegria (do senhor ou do crocodilo?)
-Estenda a mão em direção a sua casa agora...(oh! Não!)
-Deus vai te dar unção dobrada...
-Receba!
-Quem fala em línguas comece a falar agora! (hããã????)
-Vou contar de 1 ate 3, no 3 ....
-Quem achou diga amem, quem não achou diga misericórdia
-Quem vai votar no irmão fulano de tal levanta a mão (o cúmulo da falta de ética)
-Quantas almas você ganhou neste ano? einh!?!?

31 março 2010

Ter e não ter fé

É a segunda vez que as pessoas estão interessadas na fé de um político. A primeira foi com o presidente FHC porque na época disseram que não tinha fé e as pessoas ficavam perguntando isso para tentar constrangê-lo.
Agora, num país em que 95% das pessoas dizem que têm fé, ficam me cobrando sobre isso.
No Brasil, graças a Deus, não temos essa guerra entre católicos, protestantes, evangélicos, judeus, espíritas e aqueles que não têm fé.
Nós temos um Estado laico, o que não quer dizer “Estado ateu”. É ele que propicia o direito de todas as pessoas terem a sua fé.
A ética não é uma exclusividade de quem tem fé. Tenho pessoas que trabalham comigo há muito tempo e que dizem que não tem fé e mesmo não tendo fé, dão testemunho de ética, de atitude, às vezes mais do que muitos que ficam arrotando a sua religião.

Senadora Marina Silva em seu blog

Por que as pessoas têm problemas com dívidas?

• Porque enfrentam problemas inesperados causados por doença, divócio ou desemprego;
• Porque não têm controle de seus orçamentos e não se planejam para o futuro;
• Porque não têm noções de planejamento financeiro e acabam fazendo operações de crédito que comprometem mais de 30% do orçamento.
Leia mais no site Como Investir...

26 março 2010

Orkut ganha jogo para brincar de “exterminador da dengue”

O governo de Minas Gerais criou um “programinha” para o Orkut para que os internautas brinquem de acabar com o Aedes aegypti, mosquito que transmite a Dengue. O jogo, chamado Dengue Ville, é inspirado no FarmVille, popular aplicativo do Facebook em que os usuários têm de administrar uma fazenda.
Leia mais...

25 março 2010

Citações - 3

"Cada novo poder conquistado pelo homem é da mesma forma um poder sobre o homem. Cada avanço o deixa mais fraco, ao mesmo tempo que mais forte. Em toda vitória, o homem é ao mesmo tempo o general que triunfa e o escravo que segue o carro dos vencedores."
C.S Lewis em “A abolição do Homem”

"A única sabedoria verdadeira é resultado não da soberba, más da humildade. O único ensino sábio aponta, não para si mesmo, más para além de si mesmo.A sabedoria cessa quando o único desejo do homem é ser habilidoso.A pregação degenera-se sempre que procura aplausos.Sempre que a personalidade e os métodos do professor e pregador obscurecem a Cristo,ali não há sabedoria alguma,e torna-se a estultícia que no fim,receberá a condenação que merece."
Willian Barclay em “Palavras chaves”

“Em nosso século, é preciso ter fé para crer que o ser humano é algo mais do que uma combinação de programação de DNA, instintos oriundos da associação genética, condicionamento cultural e as forças impessoais da história.”
Philip Yancey em “Decepcionado com Deus”

Colaboração: Arlem Rodrigues de Freitas

23 março 2010

De que lado você esta?

ultimato

Neste post não irei falar sobre esta bela canção do Carlinhos Felix, mas sim sobre o recente “desabafo” que a Revista Ultimato publicou sobre os  questionamentos de vários leitores que ultimamente estão querendo saber “de que lado ela esta”. Os editores resolveram escrever uma carta aberta sobre o assunto. Para ler o texto na integra acessem o site da Ultimato.

Resolvi tecer um comentario a respeito, e como o espaço dos comentarios não comportou o meu, transcrevi o mesmo aqui no blog:

*******************************************************************************

Sou assinante da Revista Ultimato há pouco mais de 1 ano, mas já acompanho este periódico há muitos anos. Fico indignado com a indignação (isso mesmo) de alguns leitores que acham que detém a verdade em si mesmos. Quanta arrogância! Apesar disso, tento olhar com olhos de misericórdia, pois fui assim durante muito tempo, e continuo sendo arrogante em outras áreas ainda, Deus sabe disso!

Fui membros de uma das maiores denominações pentecostais no Brasil, e naquele nosso mundinho nos gabávamos de termos uma das maiores estruturas de ensino evangélico do país. Estudávamos entre outros assuntos, a respeito de seitas e heresias. Aprendi que uma das principais características das seitas é o exclusivismo, ou seja, somente através de suas crenças, sua visão de Deus é que a pessoa pode se salvar, sendo assim, não é admitido qualquer envolvimento com os dissidentes. Ate então tudo bem, ate o momento que comecei a perceber que em nossa igreja não era permitido aos membros, ir aos eventos de outras igrejas, mesmo sendo evangélicas. Não podíamos ir também a nenhum de seus cultos diários, não podíamos aceitar nenhum convite para pregar ou cantar nessas outras igrejas, não podíamos namorar com nenhum de seus membros, e se um membro dessas igrejas viesse nos visitar, o máximo que poderia receber em nossa igreja era um “seja bem-vindo em nome de Jesus”. Aliás, em relação as outras igrejas era permitido somente algumas piadinhas do tipo “igreja da porta larga”.

Recentemente não pude tocar em um casamento nessa dita cuja igreja, porque o pastor proibiu qualquer membro de outra igreja de tocar lá. Cheguei a pensar que quem iria casar era o pastor e não a moça que ficou desencantada com o que ela havia planejado.

O que tenho a dizer é que depois de algum tempo meu conceito sobre quem é seita ou não mudou muito!

Então, esses espetáculos que alguns promovem com uma pretensa defesa apologética, ruem quando se observam os verdadeiros propósitos que maquiam a sede pelo poder, o medo de se abrir mão das tradições e a vaidade de querer sempre ter resposta para tudo.

22 março 2010

Citações - 2

IM000826.JPG

“... Como a misericórdia se assemelha à chuva que cai do céu suavemente sobre a terra; como a piedade é uma dupla benção, já que abençoa tanto o que dá quanto o que recebe, e como a piedade combinava melhor com os monarcas que suas próprias  coroas, sendo um atributo do próprio Deus; (...), como o poder terreno se aproxima do divino na proporção em que a clemência tempera a justiça. (...), como todos nós oramos por clemência
·, essa mesma oração deveria ensinar-nos a demonstrar clemência."
Shakespeare em "O mercador de Veneza"

“A  Tentação revela melhor o autocontrole; o perigo revela melhor a bravura e a firmeza de caráter.” Eduardo Giannetti em "O Valor do amanhã".

“Assim como viver no passado, o viver no futuro também pode ser uma forma de escapismo, fuga e negação da vida: um refúgio contra o desafio e a dor de viver.”

Eduardo Giannetti em "O Valor do amanhã".

“O Ponto cardeal para o individuo a sós consigo mesmo é convencer-se sinceramente de que ele é honesto no que conta por dentro e, tudo considerado, merecedor da aprovação interna e alheia. O Fulcro do auto-engano não está no esforço de cada um em parecer o que não é. Ele reside na capacidade que temos de acreditar de boa-fé que somos o que não somos.”
Eduardo Giannetti em "Auto-Engano".

“É doce para cada um supor que será capaz de resistir com sucesso à tentação enquanto ela não passa de um prospecto remoto no tempo ou distante no espaço. (...). O que não se pode subestimar é a dificuldade de prever, com um mínimo de segurança, quem seremos e como reagiremos quando a pressão das circunstancias e o calor do momento conspirarem para nos levar à fronteira incógnita dos nossos limites. As relações entre o eu-agora e o eu-depois na assembléia da mente individual estão sujeitas a súbitas reviravoltas”

Eduardo Giannetti em "Auto-Engano".

19 março 2010

Citações - 1

IM000826.JPG

Transcrevo aqui o que recebi recentemente de uma cara que admiro demais, Arlen Rodrigues. Valeu mesmo mano!
“Aqui vão algumas citações de livros que já foi um dia objeto de minhas leituras e reflexões, não são escritores  que tem argumentos esgotados nos templos evangélicos, e que quase todos nós fomos catequizados, porém  no momento  que eu os descobri foi como uma brisa suave em um dia ensolarado. Se vocês não conhecem algum deles,espero que um dia essas citações sirva para despertar nem que seja um pouco quem são eles,e creio que a melhor forma de conhecer um pouco da mente deles é meio dos seus escritos.
Um forte abraço”

"Alguns vêem os milagres como uma suspensão implausível das leis do universo físico. Como sinais, entretanto, servem exatamente para uma função oposta. A morte, a deterioração, a entropia e a destruição são a verdadeira suspensão das leis de Deus; os milagres são vislumbres precoces da restauração em um mundo nada natural e sim demoníaco e caídos”
Philip Yancey em "O Jesus que nunca conheci”

“Continua a vir-me a mente uma lembrança obstinada: Apenas o sobrenatural tem uma visão sã da natureza. A essência de todo o panteísmo, do evolucionismo e das modestas religiões cósmicas está, realmente, nesta afirmação: A natureza é nossa mãe. Infelizmente, se olharmos a natureza como mãe, descobriremos que ela é uma madrasta. A questão principal do cristianismo era esta: A natureza não é nossa mãe é nossa irmã. Podemos orgulhar-nos  da sua beleza, pois temos o mesmo pai; más ela não tem nenhuma autoridade sobre nós; temos de admirá-la, más não imitá-la. Isto dá o prazer tipicamente cristão, na terra, um estranho toque de leveza que quase chega à frivolidade".
G.k Chesterton em "Ortodoxia”

16 março 2010

O Hino brasileiro é de Deus?

you tube
Mais comentarios do You tube.
OBS: Meus comentários estão sublinhados. Comecem de baixo para cima.

João Alexandre - Sapato Velho
FatorLJ (3 meses atrás)
"O Evangelho da graça (o de Jesus) é brutalmente depreciado quando os cristãos sustentam que o Deus transcedente só pode ser honrado e respeitado adequadamente negando-se a bondade, a verdade e a beleza das coisas deste mundo" Brennan Manning
Para tudo! precisa comentar?!?!


apxandrevivi (1 ano atrás)
A música secular não tem nem louvor nem boa fama. O meu Jesus não é bem-vindo no meio da música secular. Às vezes é até escarnecido por alguns. Se Ele não é bem-vindo, eu, como filho dele, também não sou. A nossa música é apenas um detalhe, o que verdadeiramente vai trazer impacto na sociedade é a nossa vida.
Você esta muito errado, veja bem: Louvor – Este artistas são muito bem louvados pelo mundo a fora. Fama – São muito famosos.
Só se for o SEU Jesus mesmo. Detalhe, ninguém é filho de Jesus, pelo que eu sei ele é nosso irmão mais velho.
Se a musica é só um detalhe, porque da briga então meu filho?


riba (1 ano atrás)
Sem querer entrar em briga. Mas o Hino nacional brasileiro não veio de Deus mas é cantado por todos. Varios corinhos foram escritos usando melodias de musicas classicas, muitas delas q nem eram de Deus. A questão é, há musicas que de fato nao condizem com Deus pois ja desagrada o proprio cristão ao ouvi-la. Há ourta que são audíveis mesmo não sendo "gospel". Vamos parar com acusações mutuas e voltamos pra Cristo.
Sem querer entrar????? Pô, você já entrou dando carrinho e derrubando o cara dentro da grande área meu irmão. É pênalti! kkkk


apxandrevivi (1 ano atrás)
Meu caro amigo. (respondendo ao seu e-mail)Pelo que se entende e pelo que se aprende desde a escolinha de criança até a mais alta classe de idade na escola dominical é que, LUZ NÃO CoMBINA COM TREVAS!!
Portanto, ROUPA NOVA não vem do Senhor, a melodia não veio do Senhor, a composição (por mais linda que seja, e é) não veio do Senhor.
Todas as coisas nos são lícitas mas nem todas nos convém. ROUPA NOVA não me convém mais.

Crente é "foda"

you tube
Ao mesmo tempo que hilário, é preocupante o tipo de cultura que tem a maioria dos evangélicos, que ainda acham que Deus está somente dentro de seus templos e de suas músicas fajutas, repetitivas e  desprovida de qualquer qualidade tecnica e poética (com as suas devidas exceções é claro)
Segue abaixo alguns discussões que vi no You Tube por causa do “profano” João Alexandre que cantou “Garota de Ipanema” do mestre Tom Jobim e “Sapato Velho” do Roupa Nova:
OBS: Meus comentários estão sublinhados. Comecem de baixo para cima.

João Alexandre - Garota de Ipanema
TheAristelles (4 meses atrás)
Galera ser musico é uma profissão. Eu sou evangélico pela graça de Deus, toco em barzinho por que é minha profissão. Olha se eu fosse depender de igreja eu morreria de fome!!! ninguem valoriza os anos de estudos de um musico. E vcs ignorantes que levam tudo ao pé da letra que adora julgar os outros Saibam que cd pirata leva pro inferno seus Juízes do mundo! agora falem do kra falem...
Apelou perdeu né Thesristelles, deixa descobrirem que é seu pastor!

criticoka (7 meses atrás)
crente é "foda"
se veio de um não crente, ai é foda né gente? Se veio de um crente, disciplina nele!

ninjaemici (8 meses atrás)
Existem apenas 2 tipos de pessoas as charopes e as legais, quem ta enchendo o saco com esses comentarios sao considerados charopes ...
não precisava dormir com uma dessas einh pr7za?

pr7za (9 meses atrás)
Existem apenas 2 tipos de música como diz o próprio João, Só que as boas são as que exaltam e glorificam unicamente a Deus (Cristocêntricas), e o segundo tipo são todas as outras.

15 março 2010

A impenitente fornicação cristã

bug075

Tenho um amigo que é um santo secular, absolutamente sem religião, que concilia as façanhas de ser homem de família, artista irretocável e portador das boas novas aos pobres (sendo que eu, naturalmente, não sou nenhuma dessas coisas). Certa vez esse sujeito estava falando comigo sobre outro cara, amigo dele, que ele considera ser ao mesmo tempo artista mais notável e muito mais engajado nas questões sociais do que ele mesmo, um cara que meu amigo tem por seu herói pessoal.

Nesse momento ele parou o seu relato para perguntar:

– E você, Paulo, tem heróis?

Apanhado de surpresa, ocorreu-me responder de modo ao mesmo tempo provocativo e sincero. Ergui uma sobrancelha e arrisquei, como se estivesse em grande dúvida:

– Jesus?

– Jesus não vale – exigiu meu amigo. – Jesus é o herói de todo mundo.

Achei aquilo fascinante, tanto a noção de que Jesus pudesse ser o herói secreto daqueles que não usurpam o seu nome quanto a ideia subjacente, de que mesmo quem admira Jesus carece sensualizá-lo, encontrar-se efetivamente com ele numa pessoa de carne e osso que adequadamente encarne os seus valores e desafios. Eu conhecia uma pessoa assim, o Néviton Marci, mas antes que pudesse mencionar o nome dele meu amigo avançou seu argumento. Sabendo que minha menção a Jesus tinha sido em grande parte uma provocação sobre sua postura arreligiosa, ele prosseguiu:

– E você sabe muito bem que eu tenho um relacionamento de amor platônico com o cristianismo – e, para explorar todas as possibilidades da metáfora, arrematou: – eu não fodo com o cristianismo como vocês fazem.

Eu, que nunca tinha visto meu amigo recorrer a um palavrão, tive de render-me imediatamente a sua lógica, sua lucidez e sua indignação. Porque quanto mais nós cristãos tentamos foder com o cristianismo, no sentido de conhecê-lo (biblicamente falando) e de nos relacionarmos intimamente com ele, mais acabamos fodendo com ele, no sentido de arruiná-lo juntamente com a sua reputação. Deveria nos parecer evidente que ler, escrever, estudar e tagarelar incessantemente sobre Deus e sobre a Bíblia, seja em livros ou blogs, no rádio ou na tv, na igreja ou no local de trabalho, não tem absolutamente qualquer relação de fidelidade com a herança de Jesus ou com os desafios deixados pela sua mensagem. Gente sem religião como meu amigo e seu herói, que não usurpa publicamente o nome do Filho do Homem, é capaz de levar adiante a sua boa nova e honrar a sua herança de forma muito mais aperfeiçoada do que o mais inatacável e articulado dos cristãos. Porque, muito evidentemente, o reino de Deus não consiste em palavra, mas em poder.

Aplica-se aqui, de forma irretocável e como sempre, a parábola do fariseu e do cobrador de impostos. Por um lado, os cristãos somos os fariseus que agradecem em voz alta, na luz de um palco que construímos para nós mesmos, a dádiva de não sermos pecadores como os irreligiosos; por outro, os irreligiosos que fazem avançar secretamente o reino são como o cobrador de impostos, que não ousam assumir a ribalta e não se consideram dignos de levantar a cabeça nem mesmo para proferir o nome do herói cuja herança poluímos. Fique muito claro, porque esse mesmo Jesus deixou-o muito claro, que não seremos nós a merecer o abraço de confidência do mestre.

O que fode com o cristianismo somos nós.

Fonte: A bacia das almas

12 março 2010

Black Pixel - GreenPeace

pretog

O GreenPeace está com uma campanha de redução de energia/CO2, através da utilização de um software para qualquer PC, o Black Pixel.
Trata-se de alguns pontos pretos que ficam em uma área não muito utilizada da tela do Monitor, tanto de tubo como Plasma, que acaba por reduzir a quantidade de eletricidade final. Não tem função em monitores de LCD pois este não economiza eletricidade com pontos pretos.
O Black Pixel pode ser desativado a qualquer momento pelo usuário.
Você pode ver a redução do consumo de energia em tempo real!
Acesso a site da Campanha: Black Pixel
E vejo o vídeo no Youtube
Já vai começar a economizar e salvar nosso planeta?!

Fonte: http://doispaozinhoeumleiteb.blogspot.com/2009/06/black-pixel-greenpeace.html

COMENTÁRIO: Aliás minha sugestão é que voce troque sua página do google por esta http://www.pretog.com/, que funciona com a mesma base do google, porem o fundo é preto.

Related Posts with Thumbnails